Avançar para o conteúdo principal

A falta de sentido na vida

Este é possivelmente dos livros mais atípicos aqui falados e, no entanto, é um livro que eu quis ter mal soube da sua edição em Portugal.


Há uns anos li a obra mais conhecida de Viktor Frankl, Man's Search for Meaning, sobre a qual escrevi aqui. No entanto, foi-me impossível na altura - e ser-me-á impossível agora - escrever realmente o que esse livro significou para mim. Continua a ser o livro mais forte e mais inspirador que alguma vez li; em Man's Search for Meaning, Frankl relata o tempo que passou num campo de concentração, e como encontrou significado e um motivo para viver no meio de todo o sofrimento - porque tinha simplesmente de haver um motivo. E a forma como tudo isto influenciou o seu trabalho como psiquiatra.

Portanto também Viktor Frankl é a pessoa mais inspiradora que já li. Frankl argumenta que, na impossibilidade de mudar o mundo, devemos mudar-nos a nós mesmos. Frankl afirma que há um significado na vida de todos nós, e que é a falta de significado (de um significado óbvio) que torna a vida insuportável.

Esse livro esteve comigo, física e emocionalmente, em muitos momentos da minha vida - e por tudo isso, e muito mais, senti a absoluta necessidade de ler também esta obra.

A falta de sentido na vida é um conjunto de colóquios e palestras dados pelo autor sobre a logoterapia, a forma de psicoterapia que formou com base na necessidade de um significado para a vida. É um livro com uma forte essência técnica - como, por exemplo, muita da obra de Stephen Hawking -, não tendo a componente quiçá mais apelativa do relato de sobrevivência ao Holocausto que encontramos no Man's Search for Meaning - mas quem já foi positivamente influenciado por um, encontrará também nesta obra muito material para reflectir, e uma forte base para se mudar a si próprio (quando a situação permanece inalterável). Mas atenção que, com isto, estou longe de me referir a auto-ajuda: relembro, é mesmo um livro técnico de psicoterapia, que ajuda a ter novas perspectivas sobre a vida.

(E quem melhor que um sobrevivente de Auschwitz para dar uma nova perspectiva sobre a vida?)

Recomendo Viktor Frankl a toda a gente que já se sentiu vazia. A toda a gente que acha que há algo mais, que tem de haver um motivo.

Recomendo Viktor Frankl a toda a gente.

4/5

Podem comprar esta edição aqui.

Comentários

  1. Não há muito a dizer, sinto muita emoção nas tuas palavras e sei bem o quão importante é para ti o autor
    Também gostei muito do Man's Search for Meaning, quanto a este livro também estou curioso

    Gostei muito do que escreveste sobre:
    Portanto também Viktor Frankl é a pessoa mais inspiradora que já li. Frankl argumenta que, na impossibilidade de mudar o mundo, devemos mudar-nos a nós mesmos. Frankl afirma que há um significado na vida de todos nós, e que é a falta de significado (de um significado óbvio) que torna a vida insuportável.

    Gostei muito da review

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Obrigado :$ por gostares da review, do que eu escrevi e por me apoiares, e sim, ninguém sabe como tu o quão importante é para mim o autor e a sua obra, o quanto me inspirou!

      Muito obrigado mesmo :$

      Eliminar

Enviar um comentário